Disney é acusada de supostamente partilhar informações de crianças através dos seus videojogos

A Disney está a ser processada por supostamente obter informações pessoais de crianças e jovens através dos seus jogos para dispositivos moveis e partilhar-los com anunciantes e empresas.

De acordo com o The Washington Post, o processo judicial também acusa outras três empresas de tecnologias da Disney (Upsight, Unity e Kochava) pela violação da lei norte-americana Children’s Online Privacy Protection Act (COPPA), que protege a privacidade de crianças em aplicativos e sites.

O processo cita um total de 42 aplicativos da Disney que teriam software de obtenção de informação, incluindo aplicativos muito populares da empresa como Where’s my Water? 2 (mais de 100 milhões de downloads) e Moana Island Life (mais de 1 milhão de downloads)

O processo exige que a Disney deixe de divulgar informações obtidas sem o consentimento dos país dessas crianças e também exige que essas famílias recebam uma determinada quantia em dinheiro pelos danos causados.

Um porta-voz da Disney afirma que o processo não tem fundamento e que a Disney possui um programa de conformidade robusto com a COPPA e mantém políticas rigorosas de coleta e utilização de dados por aplicativos Disney criados para crianças e famílias.