ESRB não considera loot boxes como uma forma de aposta

O órgão de classificação norte-americano, Entertainment Software Rating Board (ESRB) revelou que não considera as loot boxes nos videojogos, como uma forma de aposta.

Essa decisão veio depois de vários jogos AAA, como Forza Motorsport 7, Middle-earth: Shadow of War e Star Wars: Battlefront II receberem inúmeras criticas negativas por oferecer a opção de loot boxes, que podem ser adquiridas com dinheiro real. Após isso, muitos fãs pediram a intervenção do ESRB, para classificar esses jogos como “Adults Only (AO)”.

Ao adquirir essa classificação, a venda desses jogos estaria muito mais restrita e os fãs acreditavam que isso fosse ter um impacto nas vendas dos jogos e consequentemente isso enviaria uma mensagem aos estúdios, de que essa pratica é nociva e inaceitável entre a comunidade de jogadores.

Entretanto, um porta-voz disse a Kotaku quando questionado sobre essa nova tendência, que a ESRB não considera as loot boxes como uma forma de aposta, já que apesar de existirem elementos que possam levar a isso, o jogador sempre recebe um conteúdo do jogo.

De acordo com ele, esse é um princípio semelhante aos de cartas colecionáveis, onde o jogador abre um pacote e receberá sempre uma carta, sendo por vezes aquela que ele estava a meses a procura ou uma carta que ele já possui.

Até o momento a PEGI (Pan European Game Information) não emitiu um comunicado a expressar a sua opinião sobre essa prática.


  • Rodrigo Carneiro

    Pelo menos valeu a tentativa :S