Ubisoft afirma que cada jogador terá uma experiência única em Assassin’s Creed Origins

Com tudo o que já foi revelado, Assassin’s Creed Origins parece cada vez mais um dos jogos mais ambiciosos da franquia, mas parece que a Ubisoft pretende ir ainda mais longe e afirma que cada jogador terá um experiência única e que jamais duas pessoas vão viver uma mesma aventura no jogo.

Em entrevista a PC Gamer, o diretor Jean Guesdon, falou sobre isso e como as pessoas e criaturas no jogo, vão criar um mundo diferente para cada jogador.

De acordo com Guesdon, a equipa pretende que os jogadores tenham a sua própria experiência pessoal, o que significa dar maior liberdade e “segurar menos nas mãos dos jogadores”. Ao criar um mundo, a equipa inseriu alguns elementos nele, então haverão dezenas de missões e pessoas que ao interagirem contarão uma história, mas durante isso, enquanto os jogadores estão simplesmente a conhecer mais o mundo muita coisa pode acontecer, então dificilmente duas pessoas terão a mesma experiência, sendo simplesmente impossível.

Guesdon disse ainda que a equipa trabalhou muito na IA de todos os elementos vivos no mundo de Assassin’s Creed Origins e para que essas IA sejam reais. Então haverão leões a caçar antílopes, crocodilos irão lutar contra hipopótamos caso encontrem-se e o mundo realmente terá uma sensação de estar vivo e a seguir o seu rumo natural.

Assassin’s Creed Origins será lançado no dia 27 de outubro de 2017 para PC, PlayStation 4 e Xbox One.


  • EzGameEzLife

    Tenho grandes esperanças pra este jogo!

    • Rodrigo Carneiro

      Somos dois então 🙂

  • Raizor

    Oh Diabo…que quer isto dizer?? Escolhas a meio da história?? Áh espera ( li agora a noticia toda). Ok pelo que percebi, pela missões secundarias teremos oportunidade de conhecer melhor o mundo/ambiente/epoca do Egipto. Acho um pouco exagerado o que ele diz mas nao deixa de ser bom. Estou muito curioso para este AC

    • Rodrigo Carneiro

      Provavelmente o que vai acontecer são situações como:

      Jogador 1 irá explorar uma pirâmide, encontrar um NPC, ele vai indicar que o que está a procura está na pirâmide a 300m dali, no caminho o jogador irá passar por um leão que estará a perseguir um antílope, ele seguirá até a outra pirâmide e finaliza a missão.

      Jogador 2 Irá fazer a mesma coisa, só que ao invés de encontrar o leão a perseguir o antílope, ele irá desviar o caminho até um rio e estará lá um crocodilo a lutar contra um hipopótamo, dai seguirá até o outra pirâmide e finaliza a missão

      Jogador 3 irá viver a mesma coisa que o Jogador 1, porém como ele vai ficar com pena do antílope ele irá interferir na caçada e matar ou imobilizar o leão.

      Então os três tiveram um mesmo inicio e um mesmo final, mas a experiência que tiveram a meio disso foi completamente diferente tanto pelo que o próprio jogo criou quanto pela própria reação a aquela situação criada.