Entrevista a Nuno Ramos, produtor de Grumpy Chicken

O Grumpy Chicken está actualmente em destaque no programa Powered by IEPM e em parceria com a IEPM Gamers, decidimos fazer uma entrevista ao produtor do jogo Português.

Nuno Ramos, do estúdio Lote38, respondeu-nos às diversas questões, falando-nos do seu jogo. Em baixo poderão ver a entrevista completa.

Portugal Gamers – Boa tarde. Antes de mais, apresente-se aos nossos leitores.

Nuno Ramos – Boa Tarde, o meu nome é Nuno Ramos sou Artista 2D, Programador, Game Designer e o fundador de um jovem estúdio chamado Lote38.

Portugal Gamers – Grumpy Chicken é o primeiro projecto que desenvolveu e está neste momento nos destaques do Powered by IEPM. Fale-nos do jogo.

Nuno Ramos – O Grumpy Chicken é um Endless Runner para Android, o jogo consiste em percorrer a maior distância possível sem ser apanhado pelas galinhas ou sem te esbarrares contra nenhum obstáculo. Isto tudo enquanto tentas apanhar o maior número possível de pernas de galinha.

Portugal Gamers – E quais as característica de Grumpy Chicken que gostaria de destacar?

Nuno Ramos – O Grumpy Chicken é um jogo que testa a tua destreza e rapidez. Aposto que na altura que te habituares às mecânicas do jogo vais ser um verdadeiro Ás com os polegares.

Portugal Gamers – Quanto tempo é que levou a produzi-lo e quais os maiores obstáculos que enfrentou na fase de desenvolvimento de Grumpy Chicken?

Nuno Ramos – Demorei cerca de 6 meses a desenvolver o projecto na integra. Como o fiz sozinho, à excepção da música (produzida por Pedro Neto), tive que ocupar todos os “cargos” desde Game Designer a Artista, passando por Programador que considero ter sido o meu maior desafio pois tive que aprender por mim próprio a programar em C#.

Portugal Gamers – O jogo já está disponível no Android (PlayStore). Como funciona o método de disponibilizar os jogos nessa plataforma e o quão fácil ou difícil é?

Nuno Ramos – Disponibilizar o jogo na Play Store é hoje em dia muito acessível a quem o queira fazer, apenas tem que comprar o direito à consola de Developer da Google que custa 25€ actualmente.

Portugal Gamers – Não há qualquer informação sobre uma versão para iOS. Também tenciona lança-lo na plataforma da Apple?

Nuno Ramos – Não desenvolvi para iOS pois não me pareceu vantajoso a nível económico, visto que ao contrário da Google a Apple cobra 75€ anuais pelos direito a publicar na Apple Store. Quem sabe um dia o farei, mas para já está fora da equação.

Portugal Gamers – No Android/iOS existem inúmeros jogos. Quais os seus favoritos?

Nuno Ramos – Gosto muito de simuladores, é bom para passar o tempo. Mas actualmente ando viciado no Clash Royale (desenvolvido pela Supercell). É quase como uma re-invenção do xadrez.

Portugal Gamers – No futuro tenciona apostar nas consolas? Na sua opinião, quais são as vantagens/desvantagens de apostar no mobile ao invés das consolas, do seu ponto de vista como produtor?

Nuno Ramos – Adoraria desenvolver jogos para consola, foi desde sempre o meu sonho. Só não o faço pela extrema dificuldade que se sente a nível económico, principalmente nos meses em que estás a produzir e se não tiveres investimento é muito duro. Respondendo directamente à pergunta, acho que a principal vantagem é o fácil acesso à loja que por sua vez traz consigo directamente uma desvantagem. Toda a gente o pode fazer, milhares de jogos são publicados directamente, torna-se insuportável sem investimento em publicidade fazer face a toda a concorrência.

Portugal Gamers – E falando de consolas, se tivesse que dizer os seus 3 jogos favoritos de sempre, quais é que diria?

Nuno Ramos – Bem, no meu top 3 está actualmente o Fallout 4, GTA San Andreas e o Red Dead Redemption.

Portugal Gamers – Já está a desenvolver um novo jogo? Se sim, quer fazer oficialmente o anúncio ao Portugal Gamers, ou pelo menos dar algumas pistas do que será?

Nuno Ramos – Tenho em vista alguns projectos, não quero ainda divulgar nenhum deles mas o que estou mais inclinado encontra-se na categoria de plataforma, numa abordagem mais séria e quem sabe desta vez para PC.

Portugal Gamers – Muito obrigado pelo tempo que disponibilizou a responder às diversas questões. Desejamos-lhe todo o sucesso do mundo.


  • Rui Gonçalves

    é sempre bom ver mais um português no mundo da produção de jogos.
    entrevista interessante.